quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Unesco declara o Tango patrimônio de Argentina e Uruguai

Tela de Pedro Alvarez

A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) incluiu nesta quarta-feira, dia 30 de setembro, o tango da Argentina e do Uruguai na Lista Representativa do Patrimônio Imaterial da Humanidade.
"A tradição argentina e uruguaia do tango, hoje conhecida no mundo inteiro, nasceu no vale do Rio da Prata, entre as classes populares das cidades de Buenos Aires e Montevidéu", disse a Unesco em seu site oficial.
Na lista também figura o tradicional candombe do Uruguai, um ritmo frenético que se toca com tambores cuja origem remonta à época colonial e que ainda perdura nas mãos dos descendentes de escravos, em um país no qual 10 por cento dos 3,3 milhões de habitantes são de raça negra.
O pedido de inclusão como patrimônio para ambos ritmos foi apresentado à Unesco em setembro de 2008.
"Ambos começaram como expressões culturais menosprezadas pela sociedade que se acreditava bem-pensante e culta", explicou a ministra de Cultura do Uruguai, María Simón, em um ato realizado na Praça Carlos Gardel de Montevidéu.
"Por fim deixamos de discutir se o tango era daqui ou dali, esta iniciativa se apresenta como um patrimônio comum, rio-platense", acrescentou Simón.
A origem do tango volta e meia é tema de discussão entre os habitantes dos dois países. Em 2000, surgiu uma polêmica quando a Argentina se apresentou nos Jogos Olímpicos de Sidney ao som de "La Cumparsita", o tango mais famoso do mundo, cuja melodia foi criada em 1917 por um uruguaio e sua letra por um argentino.
Em 1998, "La Cumparsita", que se pode ouvir até no filme "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban" e na transmissão original de "A Guerra dos Mundos", foi declarada hino popular e cultural do Uruguai.
Gardel, cuja origem também é tema de polêmica entre os dois países, já que o Uruguai afirma que ele nasceu em seu território e a Argentina insiste que era francês, é um dos expoentes máximos do gênero.
"É uma homenagem a centenas de milongueiros, de cantores, de músicos que foram preservando esta tradição de voz em voz. Esta é uma contribuição que o Rio da Prata faz à cultura da humanidade", disse o ministro da Cultura argentino, Hernán Lombardi, ao diário argentino Clarín. Fonte: Caderno G - Gazeta do Povo - 01 de outubro de 2009

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Educativos para o desenvolvimento da "Musicalidade em Dança de Salão" I

“A música nos dá muitas possibilidades, ao mesmo tempo em que é complexa, é rica. Existem várias nuances da música que podemos explorar na nossa dança. Um indivíduo bem treinado musicalmente conseguirá extrair dos movimentos muito mais criatividade e emoção.”

EDUCATIVOS:
Treinando a percepção auditiva
1.Somente ouvir a música;
2.Tentar identificar o compasso e os seus tempos (fortes e fracos).
3.Identificar o tempo forte do compasso (tempo 1), marcando-o com uma parte do corpo.
4.Ouvir a música e desde o início contar os tempos. Lembrando que essa contagem deve ser regular. Contar de 4 em 4 tempos.
5.Continuar com a contagem e caminhar a cada tempo, fazendo a transferência do peso no tempo.

Em breve, disponibilizaremos um vídeo didático, para incrementar este trabalho.

PS.: Se houverem dúvidas ou sugestões em relação aos educativos, deixe um comentário, que estaremos respondendo prontamente.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Sobre o livro "Música para Dança de Salão"

Quero agradecer a todas as pessoas que tem nos dado "feedbacks" em relação ao livro.
Tenho recebido vários e-mails e telefonemas com sugestões e pedidos.
Utilizaremos este blog também para nos comunicarmos e respondermos as dúvidas e perguntas mais freqüentes.
Aí estão algumas:

1. Gostaria de saber mais a respeito do seu livro. Como posso fazer para adquiri-lo? Alice por e-mail.
Resp.: Alice, em Curitiba você pode encontrar o livro na Dance Shop, que fica na rua Carlos de Carvalho, n.603, loja 5 ou pode adquiri-lo entrando no site da editora www.protexto.com.br , procurando por Sandra Ruthes em autores.

2. Assim que o site estiver ativo gostaria de ser informado. Marcelo por e-mail.
3. Comprei o livro ”Música para Dança de Salão” e quero dizer que gostei muito, pois será de muitíssima utilidade para mim como aluna e como professora. O que mais me interessou foi o sistema com banco de dados de músicas para dança de salão. Gostaria de saber quando estará disponível ou onde pode ser consultado. Necessito demais para as minhas aulas. Marisa por e-mail.
Resp.: Marcelo e Marisa , quando publicamos o livro, o site estava ativo, inclusive com a classificação disponível para consulta. O que ocorreu, é que no período pós- publicação, o site passou por problemas. Ele foi “hackeado” e os dados de classificação foram alterados. Estamos trabalhando para criar um site seguro e isto está levando mais tempo do que imaginamos. Assim que estiver disponível, divulgaremos aqui no blog, enviaremos mensagem via e-mail e informaremos através do Jornal Dance.

4. O que eu gostaria que tivesse no livro e não tem: Exemplos! Gostaria muito de ter exemplos de como explorar a música na dança de salão. Marcos Paulo, por e-mail.
Resp.: Marcos, estamos organizando uma segunda edição do livro, com vários educativos para serem aplicados individualmente e em aula e que foram utilizados no módulo que ministrei na pós-graduação em Dança de Salão. Enquanto a segunda edição não fica pronta, utilizaremos este blog para darmos alguns exemplos e posteriormente todas essas informações, inclusive o histórico dos educativos, se encontrará no site www.musicads.com.br, ok?

5. A aluna Roswitha da pós-graduação em dança de salão me questionou pessoalmente sobre a classificação dos valores do andamento, no campo estrutura musical, dizendo não concordar com os valores de bpm ali colocados, sendo que, ao comparar com os critérios para a dança de salão, tal música foi classificada como lenta, média ou rápida.
Resp.: É Roswitha, você tem toda a razão, quando fizemos a classificação para o trabalho de término de curso da pós-graduação, no campo critérios para dança de salão, fomos extremamente rigorosos na classificação. Por ser um critério subjetivo, fizemos uma pesquisa com os nossos alunos e professores acerca de sensação de velocidade que cada um tinha quando escutava e comparava as músicas analisadas no livro. A média da classificação desse grupo é o que está publicado.
Já para calcular o BPM dessas mesmas músicas usamos 2 programas de computador e tiramos a média entre os seus resultados. Como os programas que utilizamos analisam a forma de onda da música, eles acabam, muitas vezes calculando o BPM pela subdivisão do compasso, apresentando valores de 2 à 5 vezes maiores do que o real andamento da música.
A forma mais correta de se medir o andamento é, ao ouvir a música, ajustar a freqüência de um metrônomo até que o tempo forte da música coincida com o som do metrônomo. Na segunda edição do livro corrigiremos essa falha.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Paris

Quero aproveitar a nossa viagem a Paris pra falar de Édith Piaf, que está cantando La vie en Rose, uma de suas músicas de maior sucesso, no slide das nossas fotos...

... Édith Piaf nasceu em Paris, França no dia 19 de dezembro de 1915 e faleceu em Grasse, França no dia 10 de outubro de 1963.
Foi uma cantora francesa de música de salão e variedades, mas foi reconhecida internacionalmente pelo seu talento no estilo francês da chanson. Seu canto expressava claramente sua trágica história de vida. Entre seus maiores sucessos estão "La vie en rose" (1946), "Hymne à l'amour" (1949), "Milord" (1959), "Non, je ne regrette rien" (1960).

Saiba mais sobre a vida de Édith Piaf assistindo ao filme La Môme, em português: Piaf - Um Hino ao Amor
Ano de lançamento ( República Tcheca, França, Inglaterra ) : 2007
Direção: Olivier Dahan
Atores: Marion Cotillard , Sylvie Testud , Pascal Greggory , Emmanuelle Seigner , Jean-Paul Rouve
Duração: 02 hs 20 min
Sinopse: A vida de Edith Piaf (Marion Cottilard) foi sempre uma batalha. Abandonada pela mãe, foi criada pela avó, dona de um bordel na Normandia. Dos 3 aos 7 anos de idade fica cega, recuperando-se milagrosamente. Mais tarde vive com o pai alcoólatra, a quem abandona aos 15 anos para cantar nas ruas de Paris. Em 1935 é descoberta por um dono de boate e neste mesmo ano grava seu primeiro disco. A vida sofrida é coroada com o sucesso internacional. Fama, dinheiro, amizades, mas também a constante vigilância da opinião pública.

IMPERDÍVEL PRA QUEM CURTE "CHANSON"!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Voltamos!!!


É galera, depois de quase 3 semanas fora do Brasil, estamos de volta!!! A Europa é linda, mas o Brasil é incomparável!!! Sentimos saudades!!!
Então, queremos nos desculpar porque deixamos de atualizar o nosso blog durante esse período, lá o acesso a internet era restrito e o tempo curto.
Nesta e nas próximas postagens vou contar um pouquinho do que aconteceu por lá e já estou atualizando a lista de hits da semana, pra quem está acompanhando os ritmos e sugestões de músicas para trabalhar em aula, ok?

Primeira semana de 13 a 22 de agosto de 2009:
Dias 13 e 14 passamos viajando e no dia 15 iniciamos com as aulas no curso Brazilian ethnic rhythms, que chamamos de carnaval Brasil, pois trabalhamos com os gêneros/ritmos mais conhecidos do carnaval brasileiro.
Foi ótimo, o Guilherme estava se sentindo o rei, no meio da mulherada, porque 100% dos alunos eram mulheres e ele fez o maior sucesso com o seu carisma e a sua morenice brasileira, hahaha!!! Já eu, era confundida com as polonesas, e até na rua as pessoas me paravam pra pedir informações... também pudera, sou descendente direta de poloneses e só pra me "metidar" como diz o meu filho, as polacas estão entre as mulheres mais lindas do mundo, hehehe!!!
No dia 21, demos uma “palhinha” na televisão, levamos algumas alunas e mostramos um pouquinho do trabalho da semana.
No dia 22 ainda tivemos as últimas aulas e no final do dia foram as apresentações dos grupos. É lógico que participamos, mesmo sendo turmas iniciantes, fizemos um “pot-pourri” com olodum, axé e lambada- zouk e no mesmo grupo de apresentações ficaram os outros professores brasileiros, o Xandy Liberato e o Ivan Vasconcelos, que me surpreenderam com as suas apresentações. Foi uma parte do espetáculo super animada, bem brasileira... Apesar de cansativo, nos divertimos muito!!!

Flashes das turmas nas aulas

A semana foi intensa, de muito trabalho, 3 aulas por dia, turmas cheias... também pudera, esse é o maior e mais bem sucedido evento de dança da Polônia... O país inteiro prestigia!!! E no ano que vem, queremos levar alguns de nossos alunos brasileiros para participar do evento.

Nas próximas linhas, quero deixar os meus agradecimentos mais que especiais a:
* Ewa e toda a sua equipe... surpreendemos-nos com o trabalho e profissionalismo de todos por aí!
* Nossas alunas... que foram um show a parte, lindas, queridas, disciplinadas e que mesmo cansadas, nunca deixavam a alegria de lado.
* Mais uma vez Ewa e Katarzina... pelo convite e confiança no trabalho.
* Tomasz e Hanna da Powiat Poznaski... que com a sua simpatia e organização nos ajudaram com tudo para a nossa transição até Paris.
* Jola (uma das minhas alunas) e Marek(seu marido)... duas figuras especiais que tivemos o prazer de conhecer e nos hospedaram em Varsóvia. “Nunca em nossa vida fomos tão bem recebidos, por pessoas quase desconhecidas!”
* Sylwia, minha querida amiga e tradutora... juntas ainda vamos fazer muitos pierogues!!!
* E finalmente ao Comitê de Geminações de São José dos Pinhais, que me possibilitou a primeira ida à Polônia e o conseqüente retorno.

Todos vocês foram presentes que recebemos do universo!!! Agradecemos de coração!
Sandra e Guilherme.

PS.: Soon in English and Polish
Estaremos escrevendo esta postagem em inglês e polonês, assim, todos conseguirão ter acesso ao conteúdo, ok?

domingo, 2 de agosto de 2009

O Baile dos Surdos!!!

Milton Saldanha me presenteou com um belo texto, que ilustra de uma forma muito interessante, o livro "Música para Dança de Salão".

O Baile dos Surdos
Eles estão em todos os bailes. São os dançarinos que não ouvem a música. Certa vez observei um extraordinário, sabia todos os passos e coreografias de todos os ritmos. Uma pena que era desprovido de ouvidos. Fazia tudo magistralmente fora da música. Preocupado em mostrar destreza, por exemplo, exibia giros extremamente rápidos em músicas lentas. E o moço, pasmem, se dizia professor de dança de salão. Como ele, existem muitos.
Este livro de Sandra Elena Ruthes, uma pesquisadora séria e aplicada, e que há anos vivencia academias, bailes e shows, como professora e por vezes também aluna, chega como uma obra indispensável a todos que pretendam ter algum tipo de compromisso com a dança, tanto profissionais como amadores. Isso significa envolvimento com qualidade, mesmo que seja apenas por diversão. Para os profissionais, porém, a busca de excelência é uma obrigação. Logo, enxergo para estes a leitura (e futura consulta freqüente) de “Música para Dança de Salão” como uma obrigação, seja para aceitar, refletir ou até mesmo questionar seu conteúdo.
Meu sonho é que, em algum dia, não existam mais os bailes dos surdos. Nem aulas de dança com professores sem sensibilidade musical e ignorantes em anatomia, que ferem duplamente seus alunos, na alma e no corpo.
Sandra nos brinda com uma obra rara no gênero. Leitura agradável, em texto enxuto, e esclarecedora. Na prática, um manual para professores, que não se preocupa com passos e sim com as emoções que vão comandá-los através da música.
Quem tiver este livro sempre ao alcance da mão, sem dúvida, dançará melhor. E principalmente ensinará melhor.

Milton Saldanha
Jornalista, fundador e editor do jornal Dance, e autor do livro “As 3 Vidas de Jaime Arôxa”. www.jornaldance.com.br

Obrigada Milton, pela confiança depositada em nosso trabalho.

Design de Moda em Dança de Salão

Neste ano a dança de salão ganhou um projeto fantástico acerca de figurinos para damas. A criadora é Yeda Priscila, que está se especializando em design de moda para dança de salão. E o resultado é uma coleção de figurinos para tango nuevo, bolero e samba realmente fantástico.

Confira nas fotos abaixo!!!

Figurino: Tango nuevo

Figurino: Bolero

Figurino: Samba

Ficha técnica
Fotos: André Nisgoski
Make up & hair: Gisele Passaúra
Modelos
Renata Mello e Carlinhos Grispan (tango nuevo)
Sandra Ruthes e Carlinhos Grispan (bolero)
Caroline França e Jú Chocolate (samba)


Release do projeto

O projeto apresenta o resultado de um estudo sobre a inclusão da moda como ferramenta base para a criação de figurinos de apresentações de dança de salão. Baseado nos princípios do Design de Moda, o projeto apresenta uma nova linguagem para a dama que busca unir sua personalidade com a dança não só por seus movimentos, mas também através do seu figurino. Esse estudo passa desde a história da dança, ritmos e suas evoluções até o conceito base do design e suas funções, resultando numa proposta atual e inovadora para a dama moderna.

Há alguns anos que trabalhamos com Yeda e o seu talento é sem igual. Detalhista, perfeccionista, amante da dança e da arte, esta dama veio pra mostrar o quanto é valioso o seu trabalho.

Gostou? Então entre em contato com Yeda: ystrella@hotmail.com

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Narcotango de volta ao Brasil


Em 2008, quando Narcotango veio pela primeira vez ao Brasil, tivemos o privilégio de tê-los tocando aqui pertinho, numa milonga show, realizada no Restaurante Toscana em Santa Felicidade e promovida pela Arena Tango.
Eu, particularmente, vivi uma das mais marcantes experiências da minha vida profissional, discotecando o evento. Pude acompanhar de pertinho o ensaio dos músicos e a preparação dos instrumentos e do ambiente.
Após temporadas de performances na Alemanha, Holanda, Itália, Colômbia, o grupo chegou ao Brasil em momento de emergência do tango eletrônico, gênero recém apresentado como tema da principal novela A Favorita. E foi um super sucesso!!!
Neste ano, não temos nada programado em Curitiba, mas para os amantes, vale a pena dar uma escapadinha para o Rio de Janeiro (29 de setembro) ou para Brasília (2 e 3 de outubro) e São Paulo (6 de outubro).
Gostou da idéia?
Então acesse o site do grupo http://www.carloslibedinsky.com/
Fique ligadinho em nosso blog!!!

Brasil 2009

Em fevereiro de 2009 quando estive em Poznań na Polônia, conheci a professora Bożena Muszkalska (organizadora e idealizadora do Projeto Brasil 2009) . Achei a idéia fantástica e estive acompanhando o grupo durante a sua estada em Curitiba. Promovemos aulas de pandeiro, bongô e samba no pé para o grupo.
Conseguimos contatos importantes, juntamente com o Comitê de Geminações de São José dos Pinhais, para incrementar ainda mais essa importante pesquisa.
Segue abaixo uma pequena descrição do que é esse grande projeto!
Brasil 2009
É um fascinante projeto científico de musicólogos da Universidade de Wroclaw, e da Universidade Adam Mickiewicz de Poznań.
Entre os dias 10 de Julho a 25 de agosto, um grupo de professores e estudantes poloneses estarão organizando concertos de música clássica polonesa, canções folclóricas e mostra de danças polonesas regionais. O objetivo desse empreendimento é promover a cultura musical polonesa entre os poloneses do Brasil.
Gostou?
Então acesse www.brazylia2009.org/bra/ para maiores informações.
Flash do grupo na aula de pandeiro!!!
Agradecimentos especiais ao professor JuChocolate, Luisa Berthier, Victor Morris (pandeiro), Bruno Vecchi (bongô), Guilherme Rolim (nosso tradutor oficial) e Espaço Cultural Dance Sempre.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Troféu de reconhecimento

Não podia deixar de falar deste troféu... Um presente de uma turma super querida, ainda da época da Oito Tempos. É galera... quanto tempo hein? Obrigada mais uma vez pelo carinho, professora Sandra.

Festival de Dança de Joinville

Dança de Salão da UTFPR faz bonito no Festival de Dança de Joinville.
Nos dias 21, 22, 23 e 24 de julho aconteceu o concurso Ritmos a Dois, evento do Festival de Dança de Joinville, dedicado as danças de salão.

Os alunos da dança de salão da UTFPR Luiz Ganz e Luisa Mitsue foram ganhadores das modalidades Valsa e Tango. Parabéns ao casal, que fez por merecer!!!

Luisa, Professora Sandra e Luiz nas escadarias
do Clube Harmonia Lira em Joinville.

Maiores informações sobre o concurso e ganhadores no site http://www.ritmosadois.com.br/